Para homenagear as crianças, neste 12 de outubro, escolhi
um texto de um livro infantil, presente dado ao meu filho
por sua professora, há mais de 25 anos, por ocasião de sua
primeira vitória. Sua primeira formatura...
Guardo com todo o carinho do mundo.
E aqui uma música especial para as crianças, que são o
futuro e que merecem nosso maior carinho, respeito,
amparo e muito amor!!!
Felicidades à todas as crianças do mundo!!!
E, vamos pedir a Nossa Senhora Aparecida, cujo dia especial,
comemoramos hoje, que proteja nossas crianças,
com seu Manto Sagrado.

* Conto...*


Mário estava deitado no chão, fazendo a lição.

Escutou um treque-treque e o susto foi
tão grande que fez pular seu coração!

Ficou quietinho, calado, com um olho aberto e um fechado.
Esperando, assustado.

Veio vindo o barulhinho.
Mas, para o Mário, era um barulhão.

- Que-que-quem está aí???
- Que-que-quero que responda!

E o barulho, moleque, corria pra outro canto.

De repente, Mário sente uma coisa no pescoço.

Vai se virando... e o que vê???
Uma mão feita de osso!

Sai tremendo, sai gritando, correndo mais do que o vento.
E o treque-treque atrás, cada vez mais barulhento!

- Socorro! Acudam! Eu morro!
- É um fantasma! Socorro!

Aí, o barulho pára, de repente bem na porta.

Mário pára também.
E espera pra ver o que vem.

Aí ele vê o que era.

Não era fantasma nem fera.

Parado no corredor, estava um esqueleto-robô.

Ele andou, pregou um susto e parou,
porque a corda acabou!



Texto de Sonia Junqueira (1984).
arte: Carmen Vallet
Página elaborada alguns anos atrás e atualizada em 12/10/15


Para topo desta página...CLICK! Top
Início... Menu principal...